Como descobrir se o MVP não irá gerar frustração ao usuário?


#1

No curso ministrado por Benjamin White - “Como construir a primeira versão do meu produto?”, ele exemplifica 3 MVP’s como case. Porém, entre elas está o “Wizard of Oz” que sugere uma simulação das funcionalidades, que ainda não existem, certo? Bom, nesse cenário, o que me garante que o usuário não será tomado por um desejo frustrado do produto? Em outras palavras, uma “Bad User Experience”.

Eu sei que parece superficial esse problema mas tenho um certo receio de cair na situação onde o produto deixa de ser lustrado pelo valor da novidade e passa a ser visto como “aquilo não funciona direito”. Nem todos sabem o que é uma “versão de teste”.

Ficaria agradecido se alguém tivesse uma visão esclarecedora para minha dúvida. :wink:


#2

Prezado @sephiras,

Quando um navegador planeja cruzar o oceano, ele traça rotas e verifica se tem consigo tudo o que precisa para a viagem, inclusive sobre as possíveis tempestades que poderão ocorrer no meio do caminho. Ele tem certeza se tudo vai ocorrer bem? Não, mas se algo der errado, ele pega o mapa e traça uma rota alternativa, corrigindo a direção. No MVP não é diferente. Você se lança no mercado sabendo que haverão tempestades, mas assim como o navegador, você terá oportunidades de ajustar o seu rumo (Pivotar o modelo de negócio). Não tenha medo de errar ou de ser crucificado, todo empreendedor passa por isso, é normal e crucial para a sua curva de aprendizado e do seu produto/serviço.

Conte conosco!

Abraços,

Leonardo Rebitte


#3

Muito obrigado @leonardo_rebitte pela resposta motivadora. =)
Normalmente eu possuo um perfil mais ousado para estas questões, mas como hoje em dia o efeito alastrante de uma impressão é bem intenso, fiquei um pouco receoso em aplicar o MVP dessa maneira…
Mas você está certo, se eu gastar meu tempo com solidez certamente perderei o momento certo. Em breve compartilharei meu primeiro MVP com vocês, a princípio estou melhorando meus conhecimentos com a 21212 e outras fontes de estudo.

Grande abraço.