Entrou um novo concorrente, com equipe maior e mais funcionalidades. E agora?


#1

Entramos no mercado há pouco mais de um mês com a ideia (ilusória) de que não teríamos concorrentes oferecendo o mesmo produto em curto prazo.

O problema é que duas semanas após o lançamento, descobrimos um concorrente com uma equipe maior, mais capacitada, com mais dinheiro e acabaram de lançar um produto que está entre nossas funcionalidades futuras.

A diferença é que em pouco mais de um mês, já vendemos mais 300 planos, já temos mais de 5 mil usuários cadastrados.

E agora fica uma dúvida muito grande a que estratégia seguir. Temos uma funcionalidade que queremos implementar (que nosso concorrente inclusive não possui), e eles possuem algumas funcionalidades a mais que vamos criar mais pra frente.

Utilizar eles como benchmark é uma boa?


#2

Olá @julio!
Eu irei dizer algo que eu acredito muito que funciona. Aprendi a pouco tempo atrás no Academy e estou provando que você não precisa ser o maior, e sim o mais amado. É a relação Coca-Cola e Pepsi, a Coca-cola sempre foi mais amada pq ela vende felicidade em lata :wink: a Pepsi vende que Pode ser.
Se a coisa está indo bem, continue! Vá em frente!


#3

@silvawbr
Praticamente respondi sua pergunta anterior aqui também, é minha opinião! Um abraço


#4

Valeu @dnegrisolli! Muito bem pontuado. Esse caso também serviria de exemplo para a minha outra pergunta sobre estratégia de marca. Porém, a grande questão que poderia diferenciar as respostas seria o contexto. No exemplo, são citadas grandes empresas que já estão no mercado há bastante tempo… Nós sofremos com falta de recursos diversos… Abraço!


#5

@dnegrisolli @ @silvawbr obrigado pelas respostas.

Estamos pensando na questão do branding desde o começo. Nesse começo, seguindo os conselhos do Paul Graham do artigo “Do things that don’t scale”, estou conversando diariamente com os usuários. Coloquei toda a equipe da empresa pra fazer suporte. Envio emails pedindo feedback e faço pesquisas.

Nosso modelo de correção é feito para tentar aproximar ao máximo o aluno do corretor, por isso a maneira peço que o corretor escreva os comentários de maneira mais pessoal possível.

E o mais legal é que está dando certo. Em pouco mais de um mês de site no ar já temos o resultado que postei acima, e todo dia recebo emails de pessoas interessadas em saber como o sistema funciona e tudo.

Nosso objetivo é oferecer ao aluno a melhor experiência com correção de redação que ele poderia ter.


#6

@julio, já pensou em incrementar os serviços adicionando correção de artigos científicos?


#7

Sim, estou desenvolvendo a plataforma de tal maneira que consigamos utilizá-la para outras áreas, não apenas com redação.

Valeu pela ideia. :smiley:


#8