Socios internacionais


#1

Se eu abrir uma empresa no exterior (empresa A) com os meus “socios internacionais” e depois abrir uma empresa no brasil onde o unico socio é a propria empresa A (ou principal caso seja necessario ter algum socio local) fico livre de parte da burocracia de ter como socios nao brasileiros ?


#2

Olá! A Nathalie White respondeu algo parecido em uma questão anterior faz alguns dias.
Mas já adianto a vc que esse é o processo mais doloroso. Patriar uma empresa estrangeira é um processo mega burocrático e caro…
A legislação brasileira exige um sócio em território nacional. Abraços


#3

Obrigado pela resposta dnegrisolli,
Foi depois de ler o post da NAthalie que pensei nessa ideia pra tentar diminuir um pouco o pesadelo de ter socios estrangeiros. Se eu tenho uma empresa no exterior com meus socios e abro uma empresa no brasil com essa empresa sendo a principal acionista acredito que so precisaria de ter os meus dados e os da empresa, eliminando assim o problema dos 150.000, do inferno de procuracoes e ate da necessidade do cpf dos socios.
Atualmente minha empresa ja esta estabelecida na Inglaterra (por enquanto sem socios). A questao é se vale a pena ter a empresa tambem no brasil e como incluir os socios estrangeiros no negocio da maneira menos dolorosa possivel.

Abraco
Raphael


#4

Nesse cenário é mais fácil. Vc precisa ter o “contrato social” da empresa da Inglaterra carimbado pelo tabelião (na Inglaterra) e pedir abertura de empresa internacional pro contador. É bem mais simples mas não muito barato. Me lembro que cada selo para esse documento custava 60 ou mais libras.
Os 150 mil é só se o sócio estrangeiro precisa de visto permanente para ficar no BR. Como vc é brasileiro, não tem problema. Mas vc precisará ter um sócio que não saia do país, para representar a companhia. Acho que é isso.
A @Natalie_Witte tb pode nos ajudar nisso!

Abraços


#5

Oi Raphael! Estou adorando que o dnegrisolli já está ficando afiado nas burocracias! Obrigada @dnegrisolli! Fiquei muito origulhosa de você!

Mas a última resposta do @dnegrisolli é a sua resposta. Meu post foi para você ter um estrangeiro trabalhando no Brasil. Se você tiver uma empresa estrangeira e quer abrir um CNPJ, os processos são os mesmos indicados no meu primeiro post e você como brasileiro pode ser o procurador e diretor dessa empresa.

Mas se você precisar trazer um gringo para trabalhar pela empresa no Brasil, você vai ter que regularizar a residência dele, conforme as orientações gerais da Parte II do Artigo. Infelizmente, o Brasil funciona assim.

Agora se você precisa ou não abrir empresa no Brasil, é mais de acordo com o Código do Consumidor, que exige que a empresa se identifique e que tenha com o Consumidor um canal de comunicação fácil e aberto,

Abraços, Natalie


#6

agradecemos @Natalie_Witte !!!
Um abraço!


#7

Muito obrigado Natalia e Diego.
Esclareceu bastante. Empreender ja é uma coisa tao dificil, com o governo atrapalhando fica ainda pior. Sem brincadeira, a difereca de montar uma empresa no exterior e no Brasil é brutal, fora a oferta de recurso publico, investidores…

Se alguem precisar de uma mao pra vir pro exterior (UK) é so falar.
Obrigado de novo
Rap


#8

Minha startup irá para UK, vamos trocando figurinhas :wink:
abraços


#9

Valeu Diego,
Ate 2018 estou por aqui. Se precisar de qualquer coisa é so falar.
Pro seu tipo de negocio acho que por aqui voce arranja muito mais investidores.
A verdade é que o governo ingles da uma ajuda tremenda, e principalmente pra quem desenvolve projetos ligados a tecnologia.
abs
Rap


#10

Agradeço @kling_raphael
Sou o Douglas@ abraços